Get Adobe Flash player

Festa de Natal

5ª Gala ACV

Jantar de confraternização da Família do Atlético Clube de Vermoil

Este evento serviu, também, para homenagear os atletas que na época anterior mais se evidenciaram no clube. A saber:

ATLETAS DO ANO:  

Formação M AFONSO MARQUES
Formação F SOFIA LAVRESHINA
Competição M BRYAN RODRIGUES
Competição F BÁRBARA MOTA
Estrada M BRUNO GASPAR
Estrada F DEONILDE COSTA

 

ATLETAS REVELAÇÃO:

Masculino BRUNO GOMES
Feminino SOFIA GONÇALVES

 5gala

MÉRITO DESPORTIVO:

GEORGE SILVA

DANIEL COVAS

LUCAS DIAS

DANIEL ANTUNES

JOÃO SILVA

JOÃO MOTA

 

EMPENHO E DEDICAÇÃO:

Benjamim M RICARDO LOURENÇO
Benjamim F EVA MARQUES
Infantil M EDUARDO FERNANDES
Infantil F SARA VIEIRA
Iniciado M JOSÉ NEVES
Iniciado F MARIA ABREU e JOANA FERREIRA
Juvenil F HELENA MORGADO
Juvenil M ALEXANDRE GOMES
Junior F ANA LUISA PEDROSA
Junior M JOÃO FERREIRA
Senior M KEVIN SANTOS
Senior F ANA CAROLINA MATIAS
Veterano M PEDRO FERREIRA
Veterano F SÍLVIA SILVA

 

Casa cheia numa simples mas harmoniosa família!

Fotos, AQUI

 

 

Noturnas de fim-de-ano

MULHERES DE S. SILVESTRE

Deonilde em Ponta Delgada; Blandina na Batalha

Naquela que é a segunda mais antiga prova noturna de Portugal (a 1ª é a da Amadora), DEONILDE COSTA trouxe para o continente o troféu mais cobilçado: vitória em veteranas (F35), com o tempo de 24'44''. Na prova acoriana estibveram, ainda, em representação do ACV mais duas donzelas: CAROLINA MATIAS que fez os 6.200m do percurso em 25'41'' obtendo a 18ª posição (SF) entre cento e dez concorrentes e LILIANA NEVES que foi cronometada com 28'39'' e 8º lugar em veteranas (F35). JORGE RODRIGUES completou a mesma distância em 26'28'' conseguindo a 19ª posição entre os M35.

ponta delgada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bons resultados das nossas 'turistas' numa prova - estranha-se - onde os iniciados, digo bem: iniciados, fazem a mesma distância dos séniores e veteranos - 6.200m!!!

Por cá, e um par de horas antes, na Batalha, foi outra veterana do ACV a estar em evidência: BLANDINA LOURENÇO foi a primeira das menos jovens e levou apenas 44 minutos e dez segundos para fazer os 10.110m do percurso.

 

batalha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejamos, então, a classificação individual dos atletas do ACV presentes - e foram muitos - numa prova que, diga-se desde já, peca desnecessariamente com a discriminação nos escalões de veteranos, ao cortar a metade dos mesmos Não se justifica. Afinal são eles, os veteranos, que 'enchem' a prova e, não será por mais meia dúzia de troféus que a organização cai em desgraça. A outra pecha é a ausência de classificação coletiva...

  

Geral Nome Tempo Obs
26º CARLOS ALVES 34,25 RP
33º PEDRO FERREIRA 35,59 RP
35º MÁRIO HENRIQUES 36,17  
36º NARCISO FABIÃO 36.50 RP
40º AMILCAR BRITO 37.30  
59º JOAQUIM QUITÉRIO 38,17  
153º HELDER MIRANDA 41,49  RP
157º JOSÉ MENDES 41,56  RP
168º VITOR LOPES 42,16  RP
213º BLANDINA LOURENÇO 44,10  RP
255º EUGÉNIO MENDES 45,39  
278º ELSA SOARES 46,31  
391º ALFREDO SANTOS 51,19  

Como se pode ver, muitos recordes pessoais nos 10 km, numa prova que tem uma centena de metros a mais (o GPS não falha!!).

Resultados oficiais (Batalha), AQUI

Resultados de Ponta Delgada, AQUI

Fotos da Batalha, ACV, AQUI

Fotos da organização (Batalha) , AQUI

 

12º Corta Mato Jovem Rota do Vidro

Mão-Cheia de pódios...

...em manhã gelada!

A noite prometia e... com a manhã o "gelo" estava à vista. O madrugador sol não era suficiente para disfarçar os envergonhados e encasacados "turistas" marinhenses...

Contudo, pouco depois das nove, os kispos lá se foram arrumando e substituídos por material mais condizente. Havia que 'por pés à obra', que é como quer dizer: sapatilhas na crestada relva.

Começaram os mais entradotes na idade. Quatro voltas ao Jardim Mártires da Pátria (preservado dos 'pisadores de relva' durante um ano inteiro...), quatro lonnngoos quilómetros. O frio exterior compensava o 'vulcão' interior de cada um e "ala que se faz tarde": primeira vitória do dia para as nossas hostes - JOÃO FERREIRA (junior) só foi batido pelo "habitué" moreninho da praça - Nataniel Lopes, por 3 segundos. DANIEL BARBOSA foi 6º. Nos séniores o melhor de Vermoil foi o CARLOS ALVES, na 8ª posição da geral e 3º lugar no escalão. AMILCAR BRITO fez o 9º lugar e o DIOGO OLIVEIRA o 14º. Em veteranos (só haouve o habitual Escalão ùnico - M35) foi o MÁRIO HENRIQUES em 13º lugar e 5º no tal escalão. NARCISO FABIÃO fez 8º, SERGIY CHONKA 12º, JOSE SANTOS 19º, VITOR LOPES 35º, EUGÉNIO MENDES 46º e ALFREDO SANTOS 49º.

dsc08158Seguiu-se a prova das "madames" com uma nova vitória na geral, folgadíssima, da ANA PEDROSA (junior). Seguiram-se a ADRIANA COSTA, 3ª e INÊS LOPES 4ª séniores. Fizeram as mesmas 4 voltas - quatro km.

Como nas provas de juvenis (3 voltas) não tínhamos nenhum atleta, foi só esperar pelas iniciadas (2 voltas) com a SOFIA LAVRESHINA a obter novo pódio (2º lugar). Nos rapazes, MARTIM COSTA obteve 3 pontinhos para a geral coletiva (a organização não forneceu a classificação coletiva...) com a sua 8ª posição.

Nos infantis, apenas uma volta, RUI PINTO não conseguiu pontuar (11º lugar), nos 'men's'  mas a SARA VIEIRA pontuou (e bem) com outro pódio (3ª).

Fechámos a fresquinha manhã desportiva como a abrimos: vitória do campeão RICARDO LOURENÇO nos benjamins B - 1.000m.

Foi uma numerosa e musculada participação vermoilense por terras da Marinha Grande, numa prova que abre a época de corta mato, embora disputada integralmente em relva!

Resultados, AQUI

Fotos ACV, AQUI

 

TRIPLA-LÉGUA DE VERMOIL

FILIPE ROSA faz o TRI e bate record do percurso!

DULCÍNEA SILVA, "Rainha do Póker"

O atleta do "Ãguas Belas" fez juz ao favoritismo e venceu a Tripla-Légua de Vermoil pela terceira vez.

Quarenta e sete minutos e trinta segundos constitui, a partir de agora, o novo record do percurso.

Em femininos, a atleta do "GA Caranguejeira" não se intimidou com a concorrência inscrita e... vai daí, venceu pela quarta vez!

O clube da casa (ACV) venceu coletivamente.

Na prova aberta venceram, em masculinos o Nataniel Lopes da Juventude Vidigalense e em femininos Inês Santos do AC Vermoil.

Outros vencedores:

Bambis (benjamins A): Guilherme Ferrão do ACV e Evana Madueke do CA Óbidos;

Benjamins: Carolina Marques da JV e Manuel Bartolomeu do Fátima Triatlo;

Infantis: Francisco Rebelo da Cb Abrantes e Catarina Ferreira do A-do-Barbas;

Iniciados: André Silva do GAF e Laura Ramos da JV;

Juvenis: João Reis do Fátima Triatlo e Dária Milnyk da JV e em

Juniores: Daniel Barbosa e Ana Pedrosa do ACV.

Coletivamente, nos escalões de formação venceu a Juventude Vidigalense, seguida do Fátima Triatlo e do AC Vermoil.

partida

 

C L A S S I F I C A Ç Õ E S

GERAL 15 km

SF    F35    SM    M35    M40   M45   M50    M55    M60

QUADRO DE HORA

COLETIVA 15 KM

 

GERAL 10 km

10F    10M

(Nota: alguns dos tempos podem não corresponder na totalidade)

 

JUNIORES

JUVENIS

INICIADOS

INFANTIS

BENJAMINS

(Nota: os benjamins masculinos fizeram, por erro nosso, a distância dos Infantis. Pelo facto, pedidos desculpa a todos eles)

BAMBIS ou Benjamins A (2008, 2009 e 2010)

(Esta classificação demorou mais tempo porque ainda há muita gente que não sabe - ou ler o Regulamento da TL - ou o da FPA: miúdos inscritos como benjamins B a correr na A ou vice versa...)

COLETIVA FORMAÇÃO

(Por força dos erros acima... FOI revista)

FOTOS OFICIAIS

videodaprova estudiolvermoil

FOTOS

São as dos bastidores e relevância para os "atletas da casa" e colaboradores

 

FOTOS ADAL

 

Atleta menos jovem: HÉLIO GODINHO da Casa do Benfica em Abrantes (05-06-1950)

 

QUADRO RESUMO

 

Como responsável máximo pela prova, sempre posso ir dizendo:

Nem tudo correu bem. Alguns erros por culpa nossa, outros... nem tanto. Porém, cabe-me a mim pedir desculpa por todos eles e garantir que tudo faremos para que não voltem a repetirem-se. Nestas coisas, como sabemos, o que corre menos bem é o que prevalece para memória futura....

A todos os que nos visitaram, e connosco colaboraram, os nossos sinceros agradecimentos!

Eugénio Mendes

 

Memorial Fernando Figueiredo

Poucos...mas bons!

O Atlético Clube de Vermoil deslocou-se, neste feriado de dezembro, mais uma vez, à Maceira - mais concretamente à localidade de A-do-Barbas, honrando a retribuição aos amigos do CPR local. Foi a 27ª prova, a maior parte delas em homenagem póstoma ao malogrado atleta daquele clube: Fernando Figueiredo.

adobarbas17

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fizemos deslocar apenas sete atletas e... no final ... "perdemos" o melhor. Explico: por volta do quarto quilómetro, o MIGUEL ANGELO e mais meia dúzia de atletas enganaram-se no percurso, cortando caminho, quando ia (o grupo) isolado na segunda posição da geral. Ao aperceberem-se do erro, e na primeira interseção, aguardaram a passagem do primeiro atleta e... fizeram o resto da prova. No final, a organização afirmando não querer prejudicar as equipas (??!) decidiu "classificar" individualmente os atletas que se enganaram mas excluiu-os da classificação coletiva (!) O ACV, que ganhava tranquilamente, viu-se na condição de 'esperar' pelo seu quinto homem que chegaria na 54ª posição da geral (em vez de fechar com o quarto na 9ª posição!!! Por contigência e capricho do acaso a tal marca de 54 pontos ainda deu para vencer com 72 pontos!  A organização é soberana num caso destes mas - convenhamos - que não foi a solução mais desportiva. Ou desclassificava e... ponto final, ou classificava e ponto e vírgula (se  houvesse anuência dos atletas que se posicionaram logo a seguir).

Um dos beneficiados com o erro foi o estreante LICÍNIO CARREIRA. Ele seguia logo atrás do tal grupo e... acabou classificado à frente: 5º lugar da geral e 1º do escalão M40, com 36 minutos certos! Logo depois, na 7ª posição da geral corrigida chegou o NARCISO FABIÃO, com  36m37s e o 2º lugar de M40. Aliãs o pódio de M40 veio a ficar completo com as cores do ACV, pois SERGIY CHONKA, na 9ª posição da geral, obteve o 3º lugar com o tempo de 37m10s. Fechou a equipa, nestas circunstâncias, o VITOR LOPES no lugar cinquenta e quatro com o tempo de 42m35s e foi 8º no seu novo escalão (M50).

Não contaram para estas matemáticas o EUGÉNIO MENDES e o ALFREDO SANTOS que só viram a meta por volta do minuto 48, nas 90ª e 91ª posições de uns bonitos 10 km.

É sempre mau as coisa não correrem como as organizações destes eventos prevêem... aficam-se para que nada falhe e... depois um imponderável (quase) estraga tudo. A nós, os atletas, cabe uma elevada dose de flexibilidade na justificada contestação que afetaria os nossos interesses pessoais. Parece ter sido o caso, em nome da amizade e desportivismo que nos carateriza a "coisa" não passou de um acidente de percurso... É curioso mas eu tive tempo para reparar que, durante o dito (percurso) vi inúmeras grades - colocadas estratégicamente nos lugares convenientes (inslusivé... "lá") mas alguém se esqueceu de as arrumar nas entradas dos cruzamentos interiores... Acontece!

Quanto ao resto... tudo cinco estrelas! A maior novidade, a oferta de uma bonita e prática mochila a cada um dos participantes e o habitual almoço. O tempo também teve direito a estrela com a oferta de uma agradável e entremediada cacimba, tipo 'molha tolos'. Transito fechado até ao exagero e a certeza de que o CPR encontrou - finalmente - o percurso ideal para o seu Grande Prémio.

Duas palavras finais: a primeira para o Miguel - andar depressa é uma coisa, não ver o caminho é outra. Estou a brincar e lamento que não se tenha feita inteira justiça à tua excelente prova. A segunda para o 'reforço' Licínio - que bela forma de apresentação. Bem-Vindo!

Fotos ACV, AQUI

Classificações, AQUI

Fotos ADAL, AQUI

 

 

Campeonato Distrital de Estrada

ACV - "verdão" absoluto!

Campeões: BRUNO GASPAR, INÊS SANTOS, BRUNO GOMES, ANA PEDROSA, seniores femininas e veteranas

Vice-Campeões: JOÃO FERREIRA, CAROLINA MATIAS, DEONILDE COSTA e seniores masculinos

3º lugar: DANIEL BARBOSA  e veteranos

O Bruno queria, queria e... conseguiu: Campeão distrital sénior já como veterano!

O Gaspar queria, também, o tíulo coletivo... Esticámos, esticámos... mas não deu. Se esticássemos tudo... dava!

Queria o Bruno, o Gaspar e todos nós. Contudo, esta manhã de verão na Caranguejeira não correu nada mal para as nossas hostes. Pelo contrário, correu muito bem. Excelente!

femO Bruno Gaspar juntou ao título o prémio de vencedor da prova. O outro Bruno, o Gomes, mais novito mas também cheio de qualidades venceu a prova no escalão de juniores. Aliás os nossos três rapazes não fizeram a coisa por menos: o pleno, todos no pódio!  A Ana Pedrosa também subiu ao lugar mais alto, vencendo de forma categórica, nas meninas.

A Inês Santos só teve luta das suas colegas Deonilde e Carolina para vencer nas senhoras, ficando estas do lado direito do pódio, em veteranas e seniores.

mascUma palavra de apreço para o esforço dos restantes componentes das equipas. Isto podia ser cada qual para si? Poder. podia... mas não tinha graça nenhuma: juniores: F - Ana Pedrosa; M - Bruno Gomes, João Ferreira e Daniel Barbosa. Séniores: F - Inês Santos, Carolina Matias, Adriana Costa e Inês Lopes; M - Bruno Gaspar, Miguel Angelo, Carlos Alves, Joaquim Quitério, Amílcar Brito e Rui Duarte. Veteranos: F - Deonilde Costa, Blandina Lourenço, Elsa Soares e Liliana Neves; M - Pedro Ferreira, Mário Henrique, Narciso Fabião, Sergiy Chonka, José Santos, José Mendes, Helder Miranda, Vitor Lopes e Alfredo Santos.

Na maior participação de sempre (27 atletas: 18 homens e nove mulheres) - 6 títulos e 12 pódios!

Parabéns, malta da pesada!

 

A Festa do Atletismo

LISTA DE INSCRITOS

flyer 2017

BAMBIS

BENJAMINS

INFANTIS

INICIADOS

JUVENIS

JUNIORES

10 KM

15 KM

SEGURO

 
  • Valsteam
  • Crédito Agrícola
  • Auto Mecânica da Confraria
  • Artebel
  • Parceiros Media
  • image
Hosting: Ilimitada Hosting Chile VPS