Get Adobe Flash player

Grande Prémio da Páscoa

Constância tem mais encanto...

A maioria do pessoal do ACV já não dispensa esta clássica. O clube, sabendo disso, já fez desta prova uma autêntica visita pascal. Naturalmente, há razões para isso...

onstancia3É raro o ano em que a Natureza se repete: já por lá corremos com frio e calor, com vento e chuva e, até, uma saraivada do outro mundo. A paisagem beira-Zezere foi mudando ligeiramente (praticamente já não existem árvores de porte: pinheiros, choupos ou faias, por causa dos incêndios) mas mantêm a beleza natural de uma marginal altaneira ao, cada vez mais, bonito rio que abastece Lisboa.

É, pois, neste cenário que se disputa anualmente esta bela prova de vaivém: rio acima, rio abaixo. Percurso plano, protegido pelas escarpas do monte nascente e (ainda) fresco. Dele se diz que desce para os dois lados... claro que descerá tanto mais quanta for a boa condição atlética da testemunha...!

onstancia1Este ano a festa vermoilense fez-se no feminino: 6! Meia dúzia de guerreiras a fazer jus às três subidas ao pódio. 

À Deonilde deve-se uma subida dupla: 1ª no escalão e segunda na geral e a Carolina foi lá acima buscar o troféu da vice em seniores.

Os rapazes estiveram todos à altura com destaque para o Cristiano (10), Hugo (26), Carlos (28) e Pedro (35) que - se houvesse - teriam um lugar coletivo no dito pódio. Por via das dúvidas, e se fosse preciso, o Amílcar (41) e o Joaquim (50) estariam logo ali...

O Helder está a atingir níveis de qualidade muito interessantes e o Eugénio e Alfredo parecem relógios suiços (embora com atrasos... parece que temos que mudar para pilhas alcalinas!).

O conta-horas da Blandina (juro, porque não tive outro remédio senão apreciar!), esse é de quartzo. Não falha! Sempre certinho, quer para "lá", quer para "cá". Enquanto isso, a Adriana e a Liliana fizeram uma alegre dupla, irradiando soupless rio acima, rio abaixo.

Uma palavra para o "regresso" do Filipe, que escolheu (bem) a prova da cidade poema para provar a si mesmo que "quem sabe não esquece". Ele já confessou que não sabe bem como, mas... conseguiu fechar antes da hora!

Ao Diogo (487) saíu a fava de fechar a prova mas, naturalmente, mereceu o forte aplauso que a (numerosa) assistência lhe dedicou.

A Isabel conseguiu fazer a caminhada e fotografar ao mesmo tempo. Para isso teve que "furar" o protocolo e forçar o "engano" do novo percurso da dita cuja.

onstancia2Fomos 18 e... demos nas vistas. Até a RTP o reconheceu no programa que transmitiu em direto logo após.

Quanto ao pós-prova, não me vou alargar muito (só por razões meramente desportivas), dizendo apenas que almoçámos por lá; fechámos a manhã e entrámos pela tarde dentro, com muita alegria e boa dsposição. É, de facto, com momentos destes que se une - cada vez mais - um grupo que é uma autêntica família. Obrigado, gente!

Assim se vê a força do ACV!

Próxima concentração massiva, dia 25 no Estádio Municipal de Pombal.

 

GP da páscoa

Constância 2017.04.15 - 10 KM

Nome GERAL Escalão Tempo
CRISTIANO ANTÓNIO 10º 35:06
HUGO DUARTE 26º 10º 36:05
Carlos Alves 28º 12º 36:33
PEDRO FERREIRA 35º 37:15
AMILCAR BRITO 41º 15º 37:43
JOAQUIM QUITÉRIO 50º 38:20
DEONILDE COSTA 106º 41:47
CAROLINA MATIAS 137º 43:05
HELDER MIRANDA 141º 22º 43:09
BLANDINA LOURENÇO 209º 45:47
EUGÉNIO MENDES 252º 19º 47:50
ALFREDO SANTOS 255º 15º 47:57
ADRIANA COSTA 299º 49:53
LILIANA NEVES 302º 10ª 49:53
FILIPE LEITÃO 402º 69º 58:03
DIOGO OLIVEIRA 487º 69º 83:49

Resultados gerais, AQUI

Fotos ACV, AQUI

 
  • Valsteam
  • Crédito Agrícola
  • Auto Mecânica da Confraria
  • Artebel
  • Parceiros Media
  • image
Hosting: Ilimitada Hosting Chile VPS