Get Adobe Flash player

Grande Prémio da Páscoa

Constância tem mais encanto...

A maioria do pessoal do ACV já não dispensa esta clássica. O clube, sabendo disso, já fez desta prova uma autêntica visita pascal. Naturalmente, há razões para isso...

onstancia3É raro o ano em que a Natureza se repete: já por lá corremos com frio e calor, com vento e chuva e, até, uma saraivada do outro mundo. A paisagem beira-Zezere foi mudando ligeiramente (praticamente já não existem árvores de porte: pinheiros, choupos ou faias, por causa dos incêndios) mas mantêm a beleza natural de uma marginal altaneira ao, cada vez mais, bonito rio que abastece Lisboa.

É, pois, neste cenário que se disputa anualmente esta bela prova de vaivém: rio acima, rio abaixo. Percurso plano, protegido pelas escarpas do monte nascente e (ainda) fresco. Dele se diz que desce para os dois lados... claro que descerá tanto mais quanta for a boa condição atlética da testemunha...!

onstancia1Este ano a festa vermoilense fez-se no feminino: 6! Meia dúzia de guerreiras a fazer jus às três subidas ao pódio. 

À Deonilde deve-se uma subida dupla: 1ª no escalão e segunda na geral e a Carolina foi lá acima buscar o troféu da vice em seniores.

Os rapazes estiveram todos à altura com destaque para o Cristiano (10), Hugo (26), Carlos (28) e Pedro (35) que - se houvesse - teriam um lugar coletivo no dito pódio. Por via das dúvidas, e se fosse preciso, o Amílcar (41) e o Joaquim (50) estariam logo ali...

O Helder está a atingir níveis de qualidade muito interessantes e o Eugénio e Alfredo parecem relógios suiços (embora com atrasos... parece que temos que mudar para pilhas alcalinas!).

O conta-horas da Blandina (juro, porque não tive outro remédio senão apreciar!), esse é de quartzo. Não falha! Sempre certinho, quer para "lá", quer para "cá". Enquanto isso, a Adriana e a Liliana fizeram uma alegre dupla, irradiando soupless rio acima, rio abaixo.

Uma palavra para o "regresso" do Filipe, que escolheu (bem) a prova da cidade poema para provar a si mesmo que "quem sabe não esquece". Ele já confessou que não sabe bem como, mas... conseguiu fechar antes da hora!

Ao Diogo (487) saíu a fava de fechar a prova mas, naturalmente, mereceu o forte aplauso que a (numerosa) assistência lhe dedicou.

A Isabel conseguiu fazer a caminhada e fotografar ao mesmo tempo. Para isso teve que "furar" o protocolo e forçar o "engano" do novo percurso da dita cuja.

onstancia2Fomos 18 e... demos nas vistas. Até a RTP o reconheceu no programa que transmitiu em direto logo após.

Quanto ao pós-prova, não me vou alargar muito (só por razões meramente desportivas), dizendo apenas que almoçámos por lá; fechámos a manhã e entrámos pela tarde dentro, com muita alegria e boa dsposição. É, de facto, com momentos destes que se une - cada vez mais - um grupo que é uma autêntica família. Obrigado, gente!

Assim se vê a força do ACV!

Próxima concentração massiva, dia 25 no Estádio Municipal de Pombal.

 

GP da páscoa

Constância 2017.04.15 - 10 KM

Nome GERAL Escalão Tempo
CRISTIANO ANTÓNIO 10º 35:06
HUGO DUARTE 26º 10º 36:05
Carlos Alves 28º 12º 36:33
PEDRO FERREIRA 35º 37:15
AMILCAR BRITO 41º 15º 37:43
JOAQUIM QUITÉRIO 50º 38:20
DEONILDE COSTA 106º 41:47
CAROLINA MATIAS 137º 43:05
HELDER MIRANDA 141º 22º 43:09
BLANDINA LOURENÇO 209º 45:47
EUGÉNIO MENDES 252º 19º 47:50
ALFREDO SANTOS 255º 15º 47:57
ADRIANA COSTA 299º 49:53
LILIANA NEVES 302º 10ª 49:53
FILIPE LEITÃO 402º 69º 58:03
DIOGO OLIVEIRA 487º 69º 83:49

Resultados gerais, AQUI

Fotos ACV, AQUI

 

6º Meeting ACV

cartaz 6 meeting

REGULAMENTO

 

Campeonato Nacional de Veteranos PC

George Silva e Daniel Covas Campeões Nacionais

Campeonato Naciona de Masters PCgeorge.jpg

No passado dia 18 de Março decorreram em Pombal na Expocentro os campeonatos nacionais de Masters, onde os nossos dois representantes foram campeões nacionais. 

George Silva venceu categoricamente o salto com Vara no escalão V40 e atingindo a melhor marca de sempre neste escalão com um salto de 4m. Ainda foi 3º classificado nos 60m com a marca de 7,66s.

Daniel Covas continua a demonstrar que está cá para as curvas e finalmente consegue o título de campeão nacional de 60m no escalão de V55 com a marca de 8,44. Ainda foi a tempo de se sagrar vice-campeão nacional de 200m com 28,41s. Parabéns a ambos e que seja a inspiração e exemplos para os mais novos.

 

george1.jpgCampeonato Nacional Marcha em Estrada

Cristiano António no top-10

No passado dia 4 de Março decorreram em São João da Madeira o campeonato nacional de Marcha em estrada, onde tivemos a participar o nosso marchador Cristiano António noa 20km. Cristiano António percorreu os sempre difíceis 20km em 1h39,27 o que lhe valeu um excelente 9º lugar.

 

Campeonato Nacional Universitário PC

ACV representado e com várioDaniel.jpgs finalistas

No passado dia 5 de Março decorreram em Pombal na Expocentro os campeonatos nacionais de Universitários, onde os nossos atletas Sara Dias, Sofia Gomes, João Mota, Mónica Mota e Beatriz Duarte, em representação das respetivas universidades, tiveram excelentes participações. 

Como finalistas tiveram Mónica Mota no salto com vara ao fazer 2,70m e o 6º lugar, João Mota nos 60m Barreiras ao fazer recorde pessoal de 9,62 e ao ser 7º, Sofia Gomes nos 60m ao fazer 8,37 e a conseguir o 5º lugar, Sara Dias que participou também nos 60m com o 7º lugar e a marca de 8,46 e no salto em comprimento fazendo 4,50m e por fim Beatriz Duarte que participou nos 400m tendo realizado a marca de 65,60s.

 

Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário

Torneio Jovem Pista Coberta/ 1ª Jornada CD Infantis e Iniciados

Ricardo Lourenço e Afonso Marques vencedores

No passado dia 5 de Março decorreu em Pombal na Expocentro o Torneio Jovem em Pista

Coberta que coincide com a 1ª jornada do Campeonato Distrital de Infantis e Iniciados. Nesta competição tivemos 12 atletas a participares desde Benjamins a Iniciados. Existiram imensos resultados bastantes promissores e indicadores de que os nossos jovens estão no bom caminho no respeita à sua formação.

Em Benjamins destacamos a vitória de Ricardo Lourenço nos 600m, tendo ainda sido 6º nos 60m e de Francisca Abreu que foi 9ª nos 60m barreiras,

Em Infantis quem mais se destacou foram Afonso Marques que venceu o salto em comprimento e foi 3º no lançamento do peso, Eduardo Fernandes ao ser 2º nos 60m barreiras e no salto em comprimento, Duarte Gonçalves que foi 2º nos 150m e 3º no salto em comprimento, Sara Vieira que foi 4ª nos 150m e 7ª no salto em comprimento, Alexandre Babych que foi 4º nos 60m Barreiras e 9º no salto em comprimento e por fim Cátia Carrasco ao ser 18ª no salto em comprimento 19ª nos 150m.

Por fim em iniciados que mais se evidenciou foi Maria João Abreu que foi 4ª nos 60m barreiras, Sofia Gonçalves que foi 5ª nos 60m barreiras e 9ª nos 1000m, Martin Costa que foi 6º nos 100m e Joana Ferreira ao ser 8ª nos 60m barreiras.

 

2ª Jornada de Lançamentos

Tiago Pereira e Hugo Cordeiro continuam a sua preparação

Como vem sendo hábito o CNL é placo ao longo da época de várias jornadas de lançamentos e no passado dia 4 Março realizou-se a 2ª jornada, tendo Tiago Pereira e Hugo Cordeiro aproveitado para ir aprimorando a sua forma.

Tiago Pereira participou no lançamento do martelo sénior e lançou 41,19m tendo ficado em 4º lugar. Já o júnior Hugo Cordeiro participou no disco tendo realizado a marca de 27,20m e o 2º lugar e no lançamento do dardo tendo atingido a marca de 34,74m e o 3º lugar.

 

Nacional de Corta Mato (Longo)

DEONILDE COSTA: Vice Campeã Nacional

Veteranos igualam melhor classificação de sempre...

Mira1.jpgAs renitências de alguns dos atletas do ACV em participarem no Nacional de Corta Mato foram, neste domingo, postas por terra... De facto, a extraordinária deslocação a terras da Ria foi - simplesmente - espectacular! Um dia magnífico para a prática da modalidade (sem frio, sem chuva e... sem calor!), uma excelente pista, rápida e fácil, com condições ideais para fazer excelentes tempos nesta especialidade.

O Atlético Clube de Vermoil juntou, ainda, a todas estas características a excelente jornada de convívio e camaradagem vivida inter pares. Foram doze (12) horas de muita boa diferença...

A veterania que levámos à Praia de Mira já sabia as linhas orientadoras de um Regulamento que, de há alguns anos para cá, a FPA persiste em fazer aplicar nos veteranos. Já o sabíamos, já o contestávamos mas voltamos a reafirmar: não é justo! Classificar coletivamente os veteranos por escalões é.. ridículo! Ganham as equipas que levarem uma mão cheia de atletas mais entradotes na idade que vão concorrer (ganhar pontos) com um número bem restrito de adversários. Com este tratamento dado aos masters passou-se do oito para o oitenta: o que prevalece é a veterania...!

Mas, reiteramos, das regras já (quase) toda a gente sabia... Portanto, adiante...

Quem sabia e bem a regra básica destas andanças era a DEONILDE COSTA. Vai daí... ala que se faz tarde e, adversária atrás de adversária, trepou pela classificação acima quase até ao topo: 8º lugar em veteranas e 2º no seu escalão valeram-lhe a medalha e o título de vice campeã nacional de F40!

Mira2.jpgNos homens, MIGUEL ANGELO, atirou-se às curvas e contracurvas do húmido (mas sem lama) percurso e agarrou a sorte do 13º lugar da geral e o correspondente quarto lugar no escalão de M45. O crédito destes 7 pontos assim conquistados valeram ao clube igualar a melhor classificação de sempre em Nacionais de Corta Mato: 9º lugar! Para tal, segundo as tais regras, era necessário classificar mais quatro atletas... E foi aí que contaram todos os outros. A saber:

NARCISO FABIÃO  e PEDRO FERREIRA com os 15º e 16º lugares em M40, EUGÉNIO MENDES e o seu 14º lugar em M55 e ALFREDO SANTOS fechou com o score de 19º lugar em M60.

De realçar que a prova de veteranos foi, de longe, a mais concorrida com mais de 200 atletas de cerca de 80 clubes e... só se classificaram 14, dois dos quais com 0 "zero" pontos!!!

Ainda algumas notas soltas...

Para a organização: prever e ter à disposição dos atletas banhos de água quente. Não parece nada de especial. Achamos, até, que seria um dever de qualquer organização de qualquer prova de atletismo. Contudo, infelizmente, proliferam - cada vez mais - as organizações que acham que a lama tira-se em casa (ainda que a centenas de quilómetros)!

Almoço convívio... Quando chegámos ao restaurante procurámos se JÁ serviam almoços... Eram quatro da tarde! Nada que molestasse a enorme boa disposição do grupo, até porque o Nelson Évora acabava de dar o último salto nos europeus dourados...

Comentador da RTP2... se eu não fosse mais (bem) educado que o presidente do meu clube... Então não é que o homem quer que a FPA faça Nacionais só com a ELITE! Um SCP vs SLB não era meu caro? E os outros? São figurantes? Terá dito, ele, que assim evitavam-se as "dobragens" e os atropelos na largada... E que tal fazer a prova rainha do atletismo de Inverno na... playstation?

RTP... Sabedor da 'maçada' que seria "aturar" o televisionamento de provas de corta mato até às duas da tarde, para o mais paciente dos telespetadores, não posso, contudo, de manifestar o desagrado dos presente ao verem o "desmanchar" do material logo a seguir `a prova de séniores. Assim, nem Serviço Público nem promocional da modalidade como se propagandeou... Assim pareceu um pouco "les Uns et les Outres"...

Classificações Gerais (por escalões) AQUI

Fotos ACV AQUI

Para a semana há mais e o elenco vermoilense promete luta. Distancias mais curtas mas ainda maior ambição e... "pressão"!

Torres Vedras espera por nós!

 

 

Corta Mato das Pedreiras

INÉDITO: Dupla Dobradinha do ACV!

3.jpgO Atlético Clube de Vermoil já tinha ganho antes nas Pedreiras. Vencer, individual ou coletivamente, já é... natural. Desta vez, porém, as vitórias vieram por todos os lados!

É digno de relevo (porque nunca tal tinha acontecido) o quádruplo resultado: vitória em homens e mulheres, quer individual quer coletivamente. È (foi) obra!

Juniores masculinos: DANIEL BARBOSA foi segundo;

Juniores femininos: ANA PEDROSA foi a primeira, vencendo, ainda, a geral. Lamentavel e inexplicavelmente a sua prestação não contou para a classificação coletiva: - a organização não esperaria que uma junior vencesse a prova...??!!

1.jpgGeral feminina (sem as juniores): CAROLINA MATIAS foi a primeira; a DEONILDE COSTA a segunda e vencedora em veteranas; a BLANDINA LOURENÇO ficou em sexto lugar e quarta veterana e a ADRIANA COSTA foi nona e quarta senior. Coletivamente, o ACV ganhou com 18 pontos (menos de metade dos pontos da segunda classificada).

Geral masculina (também sem juniores mas, aqui, havia uma explicação: as distâncias e a prova eram diferentes...): BRUNO GASPAR fez aquilo que já não era (para ele) algo desconhecido. Foi primeiro da geral e vencedor da prova; o sexto lugar do CARLOS ALVES não lhe permitiu a subida ao pódio, nos seniores (foi quarto) mas já o sétimo lugar do MIGUEL ANGELO fez dele o vencedor nos M45. Fechou a equipa o SERGIY CHONKA, na 12ª posição a escassos 3 segundos do lugar mais alto do pódio de M40. Pódio esse que ficou fechado com o terceiro lugar, nos M40, do NARCISO FABIÃO, que foi o 16º a chegar à meta. PEDRO FERREIRA apareceu às portas do Parque de Campismo em 17º lugar o que deu mais um quarto lugar (lugar do morto) para o ACV, e... foram muitos! Depois foram chegando o AMILCAR BRITO, o NELSON FERREIRA, o JOSÉ SANTOS, o JOAQUIM QUITÉRIO, o HELDER MIRANDA e, quando quase toda a gente se ia esquecendo deste vosso humilde servo, EUGÉNIO MENDES, lá apareceu o amigo Rui Roberto para lhe fazer companhia até ao fim...Coletivamente, vitória incontestável do ACV com 26 pontos (a segunda equipa fez sessenta!).

Bem contádos, fomos 18: oito pódios e seis vitórias...!4.jpg

Não choveu muito (só chuviscou nas provas finais) mas esteve um frio do caraças. Cada vez que se subia ao moinho... até as velas chiavam. No resto do percurso a mata protegia.

Quanto à avaliação global da prova (que contou, este ano, para o Circuito da ADAL) continuo a defender a "minha": cinco euros por uma garrafa de água é... caro! Fazer com que o pelotão pague os prémios monetários é "sol de pouca dura"! Mas... quem sou eu para julgar: só lá vai quer quer. Quererão?

Fotos ACV, AQUI

Classificações finais (um dia destes no site da ADAL)

 

Nacional de Corta Mato (Curto)

ACV: Única equipa do distrito

Não correu tão bem como na passada semana...

2.jpgCompreende-se. Sendo a veterania a qualidade predominante da formação vermoilense - mais dada a distâncias mais quilometradas - e a versão curta do Nacional se ficar por aquelas escassas 4 unidades métricas, seria exigir demasiado dos guerreiros do Arunca...

Ainda assim, o 16º lugar coletivo obtido não pode deslustrar ninguém. Na primeira época em que o clube disputa (em veteranos) as duas versões da prova rainha do Corta Mato nacional...

Começamos por aí. Pela presença massiva de atletas veteranos no Nacional que, agora, se designa por masters: mais de 200 em qualquer dos casos! Aliás, a FPA tem largas centenas de razões para estar satisfeita com a adesão de atletas nestes nacionais... Não me recordo de ver tanta gente...!

DSC06357.jpgO Atlético Clube de Vermoil fez deslocar a Torres Vedras uma dezena de esforçados (a época já vai longa...) atletas. O Miguel voltou a ser o melhor: 43º da geral (nono no escalão, que nos deu a pontuação coletiva)! Contudo, e por uma questão de justiça, atente-se que Carlos Alves (sub 23) fez mais 25 segundos que o grande Martins (M45) - para a mesma distância! Extraordinário!

Num bonito percurso em dia magnífico e num local aprazível os atletas dispunha de pouco mais de uma dezena de minutos para demonstrar toda a sua qualidade: destreza e velocidade na (larga) partida para obtenção da melhor posição no (possivel) control dianteiro da corrida; competência e mestria na gestão das (muitas) alterações de ritmos e, ainda, guardar um pouco de combustível extra para o sprint final. Foi esta a dinâmica de quase todas as provas a que assistimos.

Conjuntamente, e como vem sendo hábito, disputaram-se em simultâneo os Campeonatos Nacionais de Desporto Escolar e Univertário. Algumas provas foram feitas em separado, outras em conjunto. No Escolar tivemos presentes o JOÃO FERREIRA e o BRUNO GOMES e no Universitário a LILIANA NEVES, como sénior.

Resultados dos nossos atletas:

Campeonato Nacional de Corta mato (Curto)

Torres Vedras – 2017.03.11

Nome Escalão Tempo Distância
MIGUEL ANGELO 13:29                      40000m
CARLOS ALVES
35º 13:54
NELSON FERREIRA 13º 14:04
PEDRO FERREIRA 21º 14:04
MÁRIO HENRIQUES
31º 15:48
DEONILDE COSTA 16:06
EUGÉNIO MENDES 26º 17:40
LILIANA NEVES
69ª 18:25
ALFREDO SANTOS 16º 19:23
DIOGO OLIVEIRA 199º 29:08

O ACV foi a única equipa do distrito em veteranos que conseguiu classificar-se, mercê dos regulamentos que obrigam à presença de cinco atletas de cada género, nos masters. Em séniores já não é assim e ... cabe aqui uma palavrinha de incentivo e de parabéns aos nossos vizinhos do GAU, da Bajouca que apresentaram equipas nos dois géneros: masculinos, 25º e femininos, 9ª. Muito bem!

Um agradecimento final para a CM Pombal pela cedência gratuita do autocarro para a nossa deslocação. Agradecimento extensivo ao Ricardo, paciente motorista. Obrigado!O_ACV_no_CNCM-1.jpg

Tempo, agora, para as competições habituais do pessoal da estrada. A próxima será o corta mato das Pedreiras (outro!!) no dia 26.

Classificações gerais, por escalão, AQUI

Fotos ACV, AQUI

 

Outro fim de semana cheio

Campeonato Nacional de Esperanças

ACV com participação interessante

Nos passados dias 25 e 26 de fevereiro tiveram lugar os Campeonatos Nacionais de Esperanças em Pista Coberta, realizados na 20170226_175328.jpgExpocentro, em Pombal, envolvendo 6 atletas do Atlético Clube de Vermoil.

Após a época passada termos passado praticamente ao lado desta competição, eis que este ano voltámos a ter algumas participações interessantes. No entanto, o facto de na maioria das participações terem sido juniores e onde já se encontram numa fase de passagem para o ar livre fez com que os resultados não fossem aqueles que a maioria vale.20170226_115257.jpg

A realçar a participação de Mónica Mota na Vara com o melhor registo do ano com 2,77 e o 5º lugar, de Bryan Rodrigues no salto em comprimento com 6,66m e um 10º lugar, de Lucas Dias também com a melhor marca do ano nos 60m com 7,28 e a estafeta 4x200m feminina ao ser 6ª classificada com um bom registo de 1.54,30 e que foi constituída por Mónica Mota, Mariana Santos, Beatriz Duarte e Ana Luisa. Outro participante foi João Silva que foi infeliz nos 60m Barreiras, pois bateu na 1ª barreira e foi desclassificado. É pena porque este jovem poderia ter lutado por uma medalha, uma vez que o 3º classificado fez 8,68 e o João 15 dias antes tinha realizado 8,59.

Coletivamente tivemos pontuação no género feminino a obtivemos 7 pontos e o 14º lugar, 2º melhor registo de sempre.

 

Meeting António Monteiro

Grande e excelente participação do Atlético

No domingo teve lugar o Meeting António Monteiro, realizado, também, na Expocentro em Pombal e que homenageia um dos melhores atletas que o concelho de Pombal já viu nascer. Nesta competição o Atlético foi o segundo clube mais representativo com 34 atletas desde Benjamins a Veteranos.DSC_0931.JPG

Tendo em conta a massiva participação, vamos só destacar os pódios alcançados começando pelos mais novos. Destaque para a vitória de Afonso Marques na prova dos 1000m com um tempo de 3.21,28. Os juniores João Mota foi 2º nos 60m barreiras com a marca de 10,10, tal como Mariana Santos na mesma disciplina e com um recorde pessoal de 10,08. Esta atleta ainda foi finalista nos 60m com novo recorde pessoal de 8,43, marca que é mínimos para os campeonatos nacionais de juniores. Nos mais velhos destaque para o 3º lugar de Carolina Matias nos 1500m e com um excelente registo de 5.11,18 e para Ana Luísa que foi a melhor júnior nesta distancia com 5.19,03. Ainda nos 1500m, mas em veteranas, venceu Deonilde Costa com 5.26,96, logo de seguida de Blandina Lourenço com 5.54,39. Em masculinos também tivemos muita participação na prova de 1500m com destaque para o 2º e 3º lugar dos veteranos Nelson Ferreira (4.38,85) e Pedro Ferreira (4.45,52) e dos 2º e 3º lugares dos juniores João Ferreira com novo recorde pessoal de 4.12,92 e de Bruno Gomes (4.17,80) em seniores e que, obviamente, foram 1º e 2º em juniores. Para finalizar a juvenil Bárbara Mota foi 2ª no salto com vara em seniores com o registo de 3,25.

Os restantes tiveram muito bem, com a maioria a obter novos recordes pessoais.

 

Trail dos Abutres e Condeixa

João Sacramento continua a sua evolução

tCO62AL94EryZSCVvmzNPsWeM4_BHV23g-m-EhdV41xsfbdCWUZJVNsNIgZoQFwMCTzjdi8ZCVE-6xpW0gGPAR-qYS1OVn8edHT-nihgvXVWheHmdTNKEY2yIbUvoKFPJQa47Nx1qO-jYJBnVaI6DwmWvUYt6OsIZbzJsyNNQBOPNQ3u5MSuVwrQpLyKzdTp14trhoAsCQl-vCg21wpXY.pngApesar dos Trails ainda não terem muita expressão no seio do Atlético Clube de Vermoil, eis que começamos dar um ar da nossa graça principalmente através do nosso atleta João Sacramento. O João tem vindo a apresentar evoluções muito positivas e que lhe tem garantido ótimas prestações como foram os casos dos seus últimos trails: Trilho dos Abutres e Trail de Conimbriga. Eis os seus resultados:aMdmgdB_ZvRxv_WwCB_VDIZobYuZl3VPg0Bool_aQs4iOZwWwRw6MgBHjCHEaEZyJY2xG9OoM8y-ws1losprh9DJvGfXsiyfHyj1kF4O1bgtC1eV91w1g31Lg_t93-6rv4zoBzx1gKV2DvZ23QlmEebti-GaeY7hFDRqKq6TeWxnUHy-wnHfS6HlQs4p_6E-ta1vlVS7AkCGsPBMdSfTT.jpg

Na prova da Lousã -  Trail 30Km - que teve lugar no dia 28 de Janeiro, o João acabou em 41º lugar da geral e 30º no seu escalão obtendo um tempos de 4:05:18. Já neste domingo, em Condeixa, participou no VIII Trail de Conímbriga Terras de Sicó Mini-Trail 15km com um tempo de 1:06:41 que lhe valeu um 17º Geral e um 10º no seu Escalão.

Parabéns João e continuação de bons trails.

 
  • Valsteam
  • Crédito Agrícola
  • Auto Mecânica da Confraria
  • Artebel
  • Parceiros Media
  • image
Hosting: Ilimitada Hosting Chile VPS